204 Acessos
Com estande conjunto, as instituições apresentaram pesquisas e projetos em energias renováveis

A Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX) marcou presença na Conferência Internacional de Tecnologias das Energias Renováveis (CITER 2024). A conferência iniciou dia 3 e segue até a quarta-feira, 5 de junho.

A instituição, apoiadora da Universidade Federal do Piauí, foi representada pelo superintendente Antônio Vinícius e participou como membro do estande da universidade, acompanhada pelos representantes da Pró-reitoria de Pesquisa e Inovação e demais núcleos de inovação da UFPI.

“Aqui, participamos em um estande juntamente com a Universidade Federal do Piauí, onde temos uma série de professores e pesquisadores das nossas universidades apoiadas, apresentando seus trabalhos e projetos, falando um pouco mais sobre energias renováveis e uma transição mais sustentável e justa”, comenta o superintendente da FADEX, Antônio Vinícius.

Este evento, organizado por 21 entidades públicas e privadas, também oportunizou a formação de novas parcerias para fomento à ciência e tecnologia. No dia da abertura, a FADEX se reuniu com o presidente da empresa Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP). Juntamente com reitores e representantes das universidades e institutos federais do Piauí, o superintendente da FINEP, Celso Pansera, ouviu demandas e pedidos dos reitores e pró-reitores das quatro instituições públicas de ensino do Piauí: UFPI, IFPI, UFDPar e UESPI.

“Estamos muito felizes com a participação da FADEX como umas das 21 co-organizadoras desse evento grandioso que é o CITER, o maior evento de energias renováveis e transição energética do Brasil esse ano. Com muita satisfação, pudemos trazer nossas contribuições para construir pontes entre a inovação tecnológica e políticas e investimentos estratégicos para moldar um futuro sustentável e energeticamente limpo”, finaliza Antônio Vinícius.

A CITER é um evento voltado para a difusão de conhecimento e troca de experiências em energias renováveis. Visa fomentar novos negócios, promover networking e divulgar iniciativas inovadoras, além de articular políticas públicas para energia limpa e a sustentabilidade.

O Piauí é referência nacional em energias renováveis. O estado é o terceiro maior produtor de energia eólica e fotovoltaica do Brasil, com mais de 50 grandes projetos no setor, registrando um crescimento significativo em relação à média nacional. Além disso, o estado também apresenta um crescimento expressivo na geração de energia solar e é pioneiro em estudos sobre hidrogênio verde.

Com estande conjunto, as instituições apresentaram pesquisas e projetos em energias renováveis