364 Acessos
Projeto executa diversas pesquisas que estão melhorando o mercado produtor local

Na UFDPar se destaca o Laboratório de Aquicultura, que vem desenvolvendo o Projeto Quintal Agroecológico, coordenado pelo Prof. PHD. Josenildo de Souza e Silva. São 16 unidades, cada uma com seis tanques de 10m2. 
No projeto, também acontecem pesquisas de beneficiamento e melhorias das espécies de peixes, como cruzamentos e melhoramentos genéticos.
A equipe é composta por 40 profissionais, entre bolsistas e técnicos da UFDPar. Recentemente recuperado, o centro integra três setores que se dividem nos territórios Planície Litorânea, Cocais e Entre Rios, contando também com geração e sustentação própria de energia, estando completamente independente energeticamente.


Futuros projetos desenvolvidos pelo programa tem o objetivo de garantir uma profissionalização e geração de rendas para quem depende do Bolsa Família. O superintendente da FADEX, Prof. Antônio Vinícius esteve na visitas e destaca a importância dos projetos conhecidos

“Estivemos no campus da UFDPar visitando dois projetos que a Fadex gerencia. O primeiro deles, o de Diagnóstico da Dragagem do Porto de Luís Correia, onde fizemos a visita in loco, das atividades que vêm já realizadas. E, em seguida, visitamos o projeto Quintais Agroecológicos, projeto maravilhoso ligado ao campo de piscicultura”.


O Quintal Agroecológico ressalta o professor Josenildo, é um conjunto de tecnologias socioambientais que atuam na produção de alimentos saudáveis, trabalho e geração de renda para a Agricultura Familiar.

“Nós temos uma construção com a Fadex em atuar com essa população de camponeses e agricultores familiares, principalmente, juventudes rurais e mulheres para construir os projetos da unidade familiar e, esses projetos, possibilitarem que as famílias tenham alternativas, tanto de alimento como de geração de renda”.


Essa tecnologia já vem sendo desenvolvida, no caso da criação de peixes, associada à criação de galinhas, a produção de ovos, com hortas, pomares, roçados em geral, produzindo alimentos.

“Assim as famílias possam comercializar em mercado em círculo curto. Essa relação com a Fadex é muito importante porque a gente pode viabilizar uma série de ações técnico-administrativas para que nossas ações cheguem, efetivamente, para quem precisa”.

Projeto executa diversas pesquisas que estão melhorando o mercado produtor local