427 Acessos
A estimativa é de que as empresas ligadas a INEAGRO tenham faturado, em vendas diretas, cerca de R$ 10 mil

Realizada entre os dias 23 e 25 de outubro, a Expo Caju 2021 reuniu os principais expoentes da cajucultura do estado, dentre eles, iniciativas desenvolvidas desde a fase embrionária na Incubadora de Empresas do Agronegócio da Universidade Federal do Piauí (INEAGRO).

Com o objetivo de fomentar o setor produtivo e abrir possibilidade para o beneficiamento do caju, o evento proporcionou ao público que visitou os stands a experiência de vivenciar as potencialidades do fruto tão característico do Piauí, impactando diretamente uma cadeia produtiva que envolve milhares de famílias, gerando emprego e renda.

Durante a Expo Caju, diversas negociações foram costuradas e efetivadas, além de proporcionar visibilidade ímpar, tanto para o projeto, quanto para as iniciativas que lidam diretamente com os seus concorrentes, mostrando o que há de novidade dentro do seu seguimento.   A estimativa é de as empresas ligadas a INEAGRO tenham faturado em vendas diretas cerca de R$ 10 mil.

“A Expo Caju possui extrema relevância, uma vez que trata da cadeia produtiva do agronegócio do caju. Muitos produtores investem nesse segmento e tem uma representativa muito grande na nossa economia, tanto no desenvolvimento econômico, quanto no social. É um evento tradicional que agrega valor e melhora a competitividade de empreendedores e dos produtos”, lembra o diretor-técnico da INEAGRO, professor Luiz Augusto de Oliveira.

Para as empresas graduadas por meio da INEAGRO, o saldo da experiência é positivo. O gerente de projetos da Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (Fadex) e gerente administrativo da INEAGRO, Alisten Chaves, comemora a experiência das empresas fruto da incubadora, no evento.

“Esses são eventos em que as iniciativas devem colocar a prova seus produtos e trabalhar na divulgação e comercialização. É importante que a INEAGRO não se limite apenas aos processos de criação, podendo também auxiliar na colocação dessas empresas em feiras e eventos dessa natureza, que são os melhores locais para divulgação e para a comercialização dos produtos”, reforça.

 

Sobre a INEAGRO

Com o intuito de apoiar ao microempreendedorismo, a Incubadora de Empresas do Agronegócio da Universidade Federal do Piauí mapeia projetos inovadores e oferece sustentação técnica e de capacitação para que novos negócios saiam do papel e ganhem forma, gerando competitividade e diversificação para a economia local.

A Fadex é responsável pela administração financeira dos processos estabelecidos através da  INEAGRO.

A estimativa é de que as empresas ligadas a INEAGRO tenham faturado, em vendas diretas, cerca de R$ 10 mil