812 Acessos
FADEX apoia a fabricação de álcool em gel

Para fortalecer a produção de álcool no Estado e ajudar no combate ao novo coronavírus, os laboratórios da Universidade Federal do Piauí (UFPI) passaram a fabricá-los.

O álcool etílico a 70% líquido, em gel e glicerinado, fabricado por professores, técnicos e alunos da instituição, foi repassado a hospitais públicos, setores internos da própria UFPI e também para Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Para a produção, a empresa Comvap, do Grupo Olho D'água fez a doação do álcool, a empresa Brilhante doou o primeiro lote de embalagens e a FADEX fez a doação de mais três lotes de bombonas de cinco litros para armazenar o produto. A Águas de Teresina mobilizou um caminhão para o transporte.

O álcool a ser distribuído está sendo fabricado nos laboratórios do Curso de Farmácia, Engenharia de Produção, Química, a Farmácia Escola e o Campus Professora Cinobelina Elvas. A produção é repassada para o Comitê Gestor de Crise (CGC) da instituição, responsáveis pelo direcionamento do produto.

“A Comvap doou 2 mil litros de álcool. Os primeiros mil litros foram transformados em álcool etílico a 70% líquido. Dos outros mil, metade ficou líquida e a outra metade foi transformada em álcool em gel”, conta a professora Waleska Albuquerque, que é membro do Comitê Gestor de Crise da UFPI.

Waleska acrescenta que os litros já fabricados foram doados ao Hospital Universitário (HU), à Maternidade Evangelina Rosa, ao Hospital Natan Portela, ao Hospital da Polícia Militar (HPM) e ao Instituto de Criminalística.

São ao todo 8 professores envolvidos no projeto, dois técnicos e seis alunos.

O professor Everton Araújo, coordenador da Farmácia Escola, onde a produção de álcool da UFPI começou, a instituição está cumprindo seu papel social. “Essa pandemia tem um impacto muito grande na vida das pessoas, por isso, toda ajuda é bem-vinda. A UFPI tem uma função social que vai além da sala de aula. É isso que estamos cumprindo”, destaca.

FADEX apoia a fabricação de álcool em gel