103 Acessos
Com apoio administrativo da FADEX, a Olimpíada é gratuita e espera receber mais de 4 milhões de inscrições.

A Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) 2020 está com as inscrições abertas até o dia 4 de agosto. Nesse ano, devido à pandemia do novo coronavírus, a primeira etapa será virtual. Nacionalmente, a olimpíada é administrada pela Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX), da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

O cenário mundial, diante do enfrentamento do coronavírus, ressalta mais ainda a relevância de incentivar, desde cedo, o estudo da ciência. Segundo Jean Catapreta, coordenador nacional da ONC e professor da UFPI, as olimpíadas estimulam a prática da investigação científica, o trabalho em equipe, reforça hábitos de estudo e vínculos de cooperação entre equipes de estudantes e professores.

“O objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade de ensino em ciências na educação básica, e em particular da Astronomia, da Biologia, da Física, da História e da Química; promover maior inclusão social por meio da difusão da ciência; ampliar o uso das tecnologias da informação e da comunicação com fins educacionais e incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas, contribuindo para a sua valorização profissional”, explicou o coordenador nacional da ONC.

O exame é destinado aos alunos do 8º e do 9º ano do Ensino Fundamental e das 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio; e também estudantes da 4ª série do Ensino Técnico. Desde 2016, mais de 2,3 milhões de estudantes já participaram da olimpíada e a expectativa é que mais de 4 milhões de estudantes, de 3.500 municípios diferentes, participem nesse ano. As escolas e seus representantes podem inscrever os alunos de forma gratuita pelo site da ONC (onciencias.org).

“Está em desenvolvimento um sistema digital de aplicação de provas, no qual o aluno pode fazer suas provas em um computador, notebook, tablet ou smartphone com acesso à internet. O estudante poderá fazer a prova na sua própria escola, na sua casa, em qualquer lugar. Já a 2ª fase, que tem necessidade de ser presencial, está aguardando as definições de governos estaduais e municipais para que se decida sobre a forma da sua realização”, afirmou o professor Jean Catapreta.

A prova é elaborada pelas entidades científicas que compõem a base da ONC, que são: Associação Brasileira de Química (ABQ), Instituto Butantã (IB), Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), Sociedade Brasileira de Física (SBF) e o departamento de história da UNICAMP. 

“Estas associações científicas indicam representantes que elaboram os exames de maneira totalmente interdisciplinar, ou seja, a ONC não tem questões específicas de uma destas ciências. Todas as questões são desafios que eles resolvem utilizando os conhecimentos adquiridos nestas ciências”, explicou Jean Catapreta.

A FADEX realiza a gestão administrativa e financeira da ONC, e está presente na gestão técnica administrativa da ONC desde a 1ª edição, que ocorreu no ano de 2016.

Com apoio administrativo da FADEX, a Olimpíada é gratuita e espera receber mais de 4 milhões de inscrições.

Comentar: